Skip to content

Tomar, Portugal: o que visitar na cidade templária

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
O que fazer em Tomar: o Convento de Cristo, o charmoso centro histórico e as belas praias fluviais
A bela cidade de Tomar, Portugal

Antes de tudo, devo dizer que a cidade de Tomar, Portugal, foi uma das maiores surpresas que eu tive no país. Confesso que não tinha ouvido falar muito dela e é impressionante como muitos turistas a deixam de fora em uma viagem por Portugal. Tomar, berço dos templários, vai muito além do seu famoso Convento, tendo um dos centros históricos mais aconchegantes que conhecemos, além de toda um clima místico. Assim, compartilho aqui as nossas dicas sobre Tomar, o que visitar e o que fazer na cidade.

SOBRE TOMAR, PORTUGAL

A Ordem dos Templários sempre foi cercada de mistérios que seguem até os dias de hoje, com lendas retratadas até mesmo em filmes e livros. Mas vamos a história dela: foi uma organização que existiu na Idade Média para proteger os cristãos na peregrinação até Jerusalém, no contexto das Cruzadas. Depois de 2 séculos, por questões políticas, ela foi perseguida e extinta por ordem papal. O curioso é que apenas em Portugal ela conseguiu um jeitinho de se transformar na Ordem de Cristo e, dessa forma, de manter o seu patrimônio. Dito isso, ela se instalou justamente em Tomar, que foi fundada no século 12, pelo grão mestre templário Gualdim Pais.

Como resultado, Tomar é uma das mais importantes cidades do país em termos de história. Juntamente ao misticismo, tem como legado templário um imponente patrimônio monumental. Bem como um centro histórico dos mais bonitos e charmosos, em forma de cruz, não por acaso, retratando o simbolismo dos cavalheiros templários.

Além disso, a cidade tem uma cultura rica. Certamente o exemplo mais icônico é o colorido Festival dos Tabuleiros, que atrai multidões a cada 4 anos.

Adicionalmente, a beleza da natureza também está presente nos seus arredores, que concentra praias fluviais espetaculares.

Menção ao Festival dos Tabuleiros, dica sobre o que fazer em Tomar
Obra referente à Festa dos Tabuleiros, em Tomar

COMO CHEGAR EM TOMAR, PORTUGAL

Tomar fica a 130 Km de Lisboa (cerca de 1 hora e meia) e 200 km do Porto (cerca de 2 horas). Uma vez que ela fica entre as duas principais cidades portuguesas é um excelente pit stop para quem viaja de carro entre elas. Ou ainda um ótimo bate e volta de qualquer uma das duas.

Aliás, a maneira mais prática de chegar é de carro, mas é possível fazer o percurso de ônibus ou trem (onde poderá haver baldeações).

TOMAR, O QUE VISITAR

COMPLEXO DO CONVENTO DE CRISTO, NO ALTO DA COLINA

CONVENTO DE CRISTO E CASTELO DE TOMAR

No alto da colina de Tomar está o Convento de Cristo, a atração mais famosa de Tomar, considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO. Ele corresponde ao complexo que engloba o Castelo Templário de Tomar e o Convento Renascentista da Ordem de Cristo, bem como sua Charola, os claustros quatrocentistas e a igreja manuelina.

A Ordem dos Templários iniciou a construção do Castelo, no século 12, logo após se estabelecer na cidade, a fim de defender militarmente a região. A história, arquitetura e ornamentação são o grande destaque do complexo, que foi mantido e expandido pela Ordem de Cristo, organização sucessora que o herdou.

Próximo ao Convento, a quem se interessar, fica a pequena Ermida de Nossa Senhora da Conceição.

Já na lateral do Complexo vale atentar para a arquitetura do Convento de São Francisco, que atualmente abriga o Museu dos Fósforos.

Convento de São Francisco

MATA NACIONAL DOS SETE MONTES

Logo abaixo do Castelo e Convento está a Mata Nacional dos Sete Montes, também conhecida como Cerca Conventual do Complexo. Aliás, essa área verde e seus jardins podem ser uma ideia de passeio após a ida ao Castelo, ou de ida ao Centro histórico, para quem não quiser descer de carro. Inclusive, especula-se que os rituais de iniciação à Ordem dos Templários acontecessem nela.

Mata Sete Montes

CENTRO HISTÓRICO DE TOMAR, PORTUGAL

Sem dúvida, uma dica que eu dou sobre o que fazer Tomar, Portugal, é não deixar passar batido o seu centro histórico. Com uma praça, um rio, uma ponte antiga e belas igrejas, ele é puro charme e não deve ficar de fora de uma visita à cidade.

PRAÇA DA REPÚBLICA

A Praça da República é o coração do centro histórico de Tomar (e também o centro da cruz que a cidade forma). A Praça, de grande beleza, abriga a Igreja de São João Baptista, os Paços do Concelho, bem como uma estátua de seu fundador, o mestre templário Gualdim Pais.

Além disso, nela fica um dos mais icônicos restaurantes de Tomar. Acabamos não o conhecendo, mas nos foi muito bem recomendado. Trata-se da Taverna Anticqua, na temática medieval, com direito à luz de velas e tudo nesse clima. 

Tomar, o que visitar: a linda Praça da República

JUDIARIA E SINAGOGA

Depois de visitar a praça, vale percorrer as ruelas atrás dela, que são o antigo bairro judeu de Tomar. Aliás, a Sinagoga que lá se encontra é tida como a mais antiga de Portugal e está aberta para visitação.

RUA SERPA PINTO

É a simpática rua de comércio de Tomar. Ou seja, tem várias opções de cafés, bares e cervejarias. Dito isso, no quesito tradição, os destaques são o Café Paraíso e a Confeitaria Estrelas de Tomar, que é a precursora dos doces típicos da cidade.

O que fazer em Tomar, Portugal: andar pela rua Serpa Pinto

PONTE VELHA

Esse é um dos principais símbolos de Tomar e ainda um dos cantinhos mais charmosos da cidade. Isso porque a ponte, construída acima do rio Nabão, tem vista privilegiada do Castelo de Tomar ao fundo e quando fomos estava toda ornamentada de flores. Sabe-se que os templários a reformaram, mas não se tem certeza da data da construção da versão original, que pode ter sido da época do Império romano.

A saber, quando cruzar a ponte: em uma das suas extremidades está a chamada Levada de Tomar, por onde passa a água desviada do Açude dos Frades para abastecer os moinhos das laterais do rio. Já do outro lado da ponte fica o Convento e a Igreja de Santa Iria, padroeira da cidade.

Dica imperdível sobre o que fazer em Tomar: ver a Ponte Velha

PARQUE DO MOUCHÃO (RIO NABÃO E ORLA)

Mais uma atração imperdível no centro de Tomar, Portugal. A “orla” do Rio Nabão é uma graça, toda enfeitada de flores e possui como destaque uma roda de madeira em pleno vapor, que fornecia água aos moinhos. Logo atrás está o Parque do Mouchão, um agradável espaço verde com jardins no centro da cidade.

Tomar, o que visitar: Rio Mouchão

IGREJA DE SANTA MARIA DOS OLIVAIS

Um pouco mais afastado do coração do centro histórico está a bela Igreja, um exemplar do estilo gótico em Portugal, erguida no século 12. No entanto seu grande destaque é ter sido a sede da Ordem dos Templários e depois da Ordem de Cristo, assim como é o Panteão dos mestres da Ordem, incluindo Gualdim Pais.

Tomar, o que visitar: a bela Igreja Santa Maria dos Olivais

ARREDORES DO CENTRO DE TOMAR

Aqueduto dos Pegões

Por exemplo, ainda no âmbito histórico está o Aqueduto dos Pegões, um monumento de 58 arcos construído a partir do século 16 para abastecer de água o Convento de Cristo.

Vinhos

Os arredores de Tomar, Portugal, também possuem uma gama de vinhedos, que pode ser interessante aos amantes da bebida. Por exemplo, a Herdade dos Templários fica por lá.

Praias fluviais

No entanto, nossa escolha nos arredores de Tomar e o que visitar por lá foi conhecer as Praias Fluviais. Há diversos exemplares e acabamos por conhecer a linda Praia fluvial de Montes. Em outras palavras, o local impressiona pela beleza e contato com natureza e imagino se tratar de uma das mais bonitas praias fluviais do país.

Tomar, o que visitar nos arredores: praia fluvial de Montes

FESTIVAIS EM TOMAR, PORTUGAL

Sem dúvida, a mais icônica festa de Tomar é a Festa dos Tabuleiros, que acontece de 4 em 4 anos (a próxima está marcada para julho de 2023). A principal cerimônia é um cortejo de mulheres vestidas de branco que carregam um tabuleiro da sua altura, com flores de papel, espigas de trigo e pães. Ela remonta de um culto ao Espírito Santo, ainda que suas origens possam estar na entrega das colheitas a Ceres, deusa romana dos grãos e do amor maternal.

Além disso, há outras festas menores, sendo um ótimo programa de Tomar e o que visitar nela. Por exemplo, a Festa Templária (em maio), o Festival Bons Sons (em agosto, na aldeia de Cem Soldos) e as Estátuas Vivas (em setembro).

Por fim, espero que as dicas sobre Tomar, o que visitar, bem como da história da cidade tenham te inspirado. Afinal, o destino é uma graça e tem cultura e belezas que me surpreenderam. 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Nanda Gaspar

Nanda Gaspar

Ama viajar, planejar e falar sobre viagens. Incansável na busca da localização perfeita e na logística dos roteiros redondos, curte história, fotografar e conhecer a cultura local. Aproveita o período sabático em Portugal para escrever no blog, entre um parquinho com o filhote e a escolha da próxima cidade medieval, praia paradisíaca ou metrópole enérgica, para te inspirar a viajar mais e melhor.

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa Newsletter