Skip to content

Girona: bate e volta de Barcelona à cidade amuralhada

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Dicas de um bate e volta a Girona, a cidade medieval amuralhada na Catalunha, partindo de Barcelona e conjugada com Besalú.
Rio Onyar: o que fazer em Girona, em bate e volta de Barcelona

Quando programamos a nossa viagem à Espanha, pensei, inicialmente, em fazer o clássico Madri – Barcelona. Entretanto, durante a pesquisa, acabei descobrindo a quantidade de lugar bacana que tinha para conhecer na Catalunha e, por isso, mudei os planos para ficar só por lá. Nesse sentido, Girona é um desses lugares, sem dúvida. Nós a conhecemos a partir de um bate e volta de Barcelona, conjugado com a cidade de Besalú. Uma vez que elas são relativamente próximas, conseguimos visitá-las no mesmo dia, e apesar do tanto de coisa para ver, fizemos tudo sem pressa. Aliás, para ver a segunda parte  desta viagem, não deixe de ler o post sobre Besalú

Em síntese, sobre Girona, os bairros antigos das cidades nos remetem tanto ao período medieval que falei várias vezes que poderiam ser cenários de “Game of Thrones”, e de fato, ela acabou depois servindo de locação da série, o que aumentou sua fama.

Nesta mesma viagem pela Catalunha, além das cidades medievais de Besalú e Girona, conhecemos também BarcelonaMenorca, uma das Ilhas Baleares.  Como resultado, tivemos uma fórmula que eu adoro, de cidade grande, cidade medieval e praia.

SOBRE GIRONA

Girona é uma cidade de tamanho médio, pertencente à província de mesmo nome, na região da Catalunha. A paisagem do rio Onyar é um encanto, tal como seu centro histórico, conhecido como Barri Vell, que nos transporta para séculos atrás.

A história da cidade é antiga e por ela já passaram diversos povos, tendo, dessa maneira, deixado para nós, turistas, um conjunto incrível de igrejas, mosteiros, bem como uma das judería mais preservadas do mundo, além de banhos árabes e uma muralha romana.

COMO CHEGAR

Chegamos a Girona de trem, partindo da estação Barcelona Sants. Compramos o bilhete na hora do trem tipo AVANT (ou AVE), em viagem que tem duração de 38 minutos. A saber, o percurso tem vários horários e vale consulta-los no site da Renfe

Saindo da estação em Girona, seguimos pela linha de trem em uma caminhada de uns 15 minutos. No caminho, passamos no centro de atendimento ao turista para pegar um mapa e, logo depois, chegamos ao Rio Onyar para começar nosso passeio.

O QUE FAZER EM GIRONA

RIO ONYAR E AS CASINHAS COLORIDAS

O rio, as casas coloridas em tons pastéis e as pontes dão origem a um cenário charmoso e fotogênico, tanto que fazem Girona ser considerada uma Florença espanhola.

Rio Onyar: dica sobre o que fazer em Girona, Espanha
Rio Onyar e suas casinhas coloridas

CENTRO HISTÓRICO MEDIEVAL

Inicialmente, sei que parece clichê, mas a dica é se perder pelas ruelas medievais do centro histórico. Ele abriga o El Call, um bairro judeu extremamente bem preservado. Ainda na Cidade Velha de Girona, destaco a Catedral, cuja construção começou no século 11, e foi cenário de Game of Thrones, e a muralha da cidade, a Passeig Arqueològic. Por sinal, andamos por toda ela, de ponta a ponta, uma vez que dela se tem uma vista linda da cidade.

Nesse sentido, outros pontos de destaque são o conjunto arquitetônico Sant Pere de Galligants y Sant Nicolau, a Plaça de Sant Feliu com a escultura da lleona (e lenda engraçadinha escrita nela sobre voltar a cidade) e os banhos árabes.

O que fazer em Girona: ver a cidade de cima das muralhas
Vista da muralha de Girona

RAMBLA DE LA LLIBERTAT

Rua simpática, arborizada e com vasto comércio. Cruzamos ela e a sua continuação, a Carrer de l’Argenteria;

Rambla de la Llibertat, dica sobre o que fazer no bate e volta de Barcelona a Girona

PLAÇA DE LA INDEPENDENCIA

Linda praça com várias opções de restaurantes. Aliás, almoçamos por ali, em um lugar com vista para o rio.

Por fim, seguimos nosso roteiro para Besalú, outra cidadezinha linda, que certamente enriqueceu muito o nosso medieval bate e volta de Barcelona. 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Nanda Gaspar

Nanda Gaspar

Ama viajar, planejar e falar sobre viagens. Incansável na busca da localização perfeita e na logística dos roteiros redondos, curte história, fotografar e conhecer a cultura local. Aproveita o período sabático em Portugal para escrever no blog, entre um parquinho com o filhote e a escolha da próxima cidade medieval, praia paradisíaca ou metrópole enérgica, para te inspirar a viajar mais e melhor.

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa Newsletter