Skip to content

Cayo Largo, a ilha mais paradisíaca de Cuba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Guia com as nossas dicas de Cayo Largo: como chegar, o que fazer, quantos dias e onde ficar.
Dias de Cayo Largo: ir a linda praia Paraiso

Estive em Cuba em abril de 2016 e pude conhecer lugares incríveis. Um deles certamente é Cayo Largo del Sur e recomendo fortemente que você visite a ilhota, se o seu objetivo for conhecer praias paradisíacas. Ficamos encantados com a sua beleza, sobretudo a da Playa Paraiso, possivelmente o mar mais lindo que eu já vi até hoje. Assim, compartilho aqui todas as nossas dicas de Cayo Largo: como chegar, o que fazer, as praias, quantos dias e onde ficar.

Aliás, não deixe de ler as Dicas de Cuba, onde reuni as dicas gerais, de como escolher as cidades a serem visitadas, quando ir, como chegar, moeda, visto, internet, como funcionam hospedagens e restaurantes no país. Já para ler sobre os outros destinos por onde passamos, vale conferir as dicas sobre Havana e Trinidad
 

COMO CHEGAR

Não tem jeito, para chegar neste paraíso você precisa pegar um voo (em um avião pequeno e antigo, dos tempos da União Soviética, diga-se de passagem, ou uma espécie de helicóptero grande) a partir de Havana ou de Varadero.

E foi este percurso que nos fez acordar bem cedinho no dia da viagem. O avião sai do pequeno aeroporto militar de Baracoa, em Havana, em um voo operado pela Aerogaviota, com duração de uns 40 minutos. Dependendo da lotação, eles podem disponibilizar só o tal “helicóptero grande”, ou ele junto ao avião tradicional, para o trajeto.

As passagens não eram vendidas com antecedência diretamente pela companhia aérea. Dessa maneira, considero a melhor alternativa tentar reservar com antecedência, ainda do Brasil, o ticket com alguma agência de turismo, como a Cubatur, Cubanacan, Hicuba e Havanatur, por exemplo (esta última tem escritório no Brasil, o que talvez facilite as coisas). Se deixar para comprar lá, as recepções dos grandes hotéis costumam ter representantes das agências.  Assim, como há o risco de não ter passagem exatamente para o dia que você quiser, sugiro tentar ver isso logo no começo da sua viagem em Havana.

De qualquer modo, o horário da ida e da volta só é confirmado na véspera do voo (no meu caso tive que passar na agência de turismo onde comprei –no Hotel Iberostar Parque Central – para essa confirmação, na tarde anterior). A ida geralmente ocorria pela manhã, bem cedinho, e a volta de manhã e/ou de tarde. 

A passagem comprada com a agência inclui um transfer para o aeroporto de Baracoa. Eles te buscam no hall do seu hotel ou hotel mais próximo, se você estiver em casa particular. Na época, pagamos cerca de 150 dólares por pessoa.

Como chegar em Cayo Largo: avião
Avião que leva a Cayo Largo

O QUE FAZER EM CAYO LARGO

A Playa Paraiso por si só justifica a viagem a Cayo Largo. Com a fama de Maldivas das Américas (baseada no mar, não no serviço, que fique claro), e eleita como uma das praias mais bonitas do mundo, ela tem areia branquíssima, mar azul bebê muito transparente, que a faz parecer uma piscina, água calminha e morna. 

Playa Paraiso: melhor dica sobre o que fazer em Cayo Largo
Playa Paraiso, em Cayo Largo. Cuba

Confesso que quando cheguei, de cara, fiquei muito encantada, já que a praia consegue ser ainda mais linda pessoalmente que nas fotos. Para completar, devido ao fato de haver poucos resorts na ilha, ela ficava relativamente vazia. Abrimos mão do almoço no hotel, em um dos dias, para termos ela praticamente só para a gente. Um verdadeiro paraíso, faz jus ao nome! A praia conta com um pequeno bar, que serve bebidas, logo na entrada. Em determinado trecho (não sei se por conta da maré), havia uma faixa de areia na praia, com mar dos dois lados, completando o cenário paradisíaco.

A vizinha da Paraiso, a Playa Sirena, também é bem bonita, mas menos selvagem, pois conta com maior estrutura e opções de lazer, havia música, rede de vôlei, maior quantidade de barracas, bar. É possível ir de uma a outra via caminhada, se a maré estiver baixa.

Praia paradisíaca em Cayo Largo, Cuba
Playa Sirena, em Cayo Largo, em Cuba

Com grutas submarinas, corais, uma diversidade grande de estrelas-do-mar, Cayo Largo é um excelente local para mergulho. Fizemos snorkel apenas e, mesmo assim, vimos peixes na praia.

Os hotéis oferecem outros passeios, como a ida a Cayo Rico e Cayo Iguana, nos arredores. Nós acabamos por ficar só nas praias principais mesmo, para contemplar a beleza natural delas e relaxar. Mas com mais tempo, vale avaliar.

À noite, não deixe de ver o quão estrelado fica o céu, simplesmente lindo!

TRANSPORTE PARA AS PRAIAS

Para chegar às praias, optamos por ir de van/ taxi. Na recepção do hotel, eles chamam e o carro chega rapidamente, custando, à época, 3 CUCs. Na volta, você pode esperar a VAN passar ou pedir para alguém no barzinho da praia para chamar uma. Parece que há um trenzinho gratuito, mas pela praticidade e baixo preço, optamos pela VAN mesmo.

QUANTOS DIAS

Quanto aos dias, depende do seu estilo de viagem. Muita gente faz bate e volta de Havana ou Varadero, e sim, em 1 dia é possível visitar as principais praias – Paraiso e Sirena. Mas considero que o ideal seja, ao menos, 2 dias inteiros, 1 para curtir cada praia, relaxar de verdade, e mais 1 dia se tiver interesse nos demais passeios que citei acima.

No entanto, vale frisar: tivemos a impressão que a ilhota não tem nadinha além das praias e hotéis!

ONDE FICAR EM CAYO LARGO

Cayo Largo tem poucas opções de hotéis. A rede Meliá domina a ilha com os dois principais resorts, Sol Cayo Largo e o Pelicano. Optamos pelo Pelicano, que era um pouco mais em conta, mas talvez o custo-benefício do Sol Cayo Largo fosse melhor.

Dicas de Cayo Largo: onde ficar
Hospedagem em Cayo Largo, resort Sol Pelicano

Fomos cientes de que não se tratava de um all inclusive de luxo e, por este motivo, atendeu às expectativas. De positivo, os quartos são grandes e confortáveis, com cama king, limpo. A área externa da piscina é bonita e agradável. Oferecem toalhas e guarda- sol para a praia. Os funcionários são simpáticos. A localização é boa, pagando alguns CUCs por um taxi/van, você chega rapidamente às praias (a praia em frente ao hotel não é feia, mas não se compara às principais da ilha).

Praia do Hotel Sol Pelicano

Os pontos negativos são: a comida do buffet é, no máximo, razoável (fora a pizza e a massa que eram boas) e não comemos nada delicioso! Havia moscas no hotel, incluindo na área de comer. Sempre há fila na recepção (seja paro check in, check out ou para comprar cartão wi-fi) e parece que há certa burocracia para se reservar os restaurantes (fora o buffet principal, que é liberado, que foi onde acabamos fazendo as refeições).

Por fim, valeu muito a pena ter incluído alguns dias em Cayo Largo. E aí, quem se animou a conhecer esse paraíso?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Nanda Gaspar

Nanda Gaspar

Ama viajar, planejar e falar sobre viagens. Incansável na busca da localização perfeita e na logística dos roteiros redondos, curte história, fotografar e conhecer a cultura local. Aproveita o período sabático em Portugal para escrever no blog, entre um parquinho com o filhote e a escolha da próxima cidade medieval, praia paradisíaca ou metrópole enérgica, para te inspirar a viajar mais e melhor.

1 Comment

  1. Praias lindas!!!! 😍
    E excelentes dicas!!! 😉
    👏👏👏👏


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa Newsletter