Skip to content

Bratislava: o que fazer na simpática capital eslovaca

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Dicas como chegar (bate e volta de Viena), por que ir, quantos dias ficar, o que fazer e onde comer na simpática capital eslovaca
Melhor vista da cidade, dica para um bate e volta de Viena a Bratislava

Em dezembro de 2017, fizemos uma viagem para a Alemanha e Áustria. E foi assim que decidimos fazer um bate e volta de Viena a Bratislava, a capital da Eslováquia. Era uma oportunidade de conhecer uma capital tão próxima da capital austríaca (cerca de 60 km entre as 2 capitais!), mas também tão diferente. Vi alguns relatos em fóruns questionando se valeria a pena ou não “perder” um dia em Viena para o passeio. A minha opinião é: não compare. São lugares diferentes. O fato de ser relativamente pequena, sem grandes pontos turísticos“, nos mostrou uma cidade bem aconchegante, menos lotada de turistas e com os preços mais em conta. Em resumo: foi um passeio delicioso pela lindíssima Cidade Velha. Assim, compartilho as nossas dicas de Bratislava: o que fazer, roteiro de 1 dia, como chegar fazendo bate e volta de Viena, por que ir, quantos dias e onde comer.

Aliás, para ver todas as dicas do planejamento desta viagem, não deixe de ler o nosso “Roteiro de carro e trem pela Alemanha, Áustria e Eslováquia”).

COMO CHEGAR

Nós fizemos um bate e volta de Viena a Bratislava e optamos por ir de trem. A viagem durou cerca de uma hora.  Compramos a passagem na hora na estação de Viena, a Wien Hauptbahnhof, e foi bem tranquilo, pois os trens partem com alta frequência para a capital eslovaca. Fique atento ao nome da estação central da cidade: “Bratislava – hlavná stanica – Bratislava-hl. St”. Pois a estação “Bratislava – Petržalka” fica mais afastada do centro. Não deixe de conferir os horários e valores no site da OBB.

Se não fosse inverno, uma opção que eu adoraria seria ir de barco, apreciando o Rio Danúbio. O trajeto estipulado é algo entre 1 hora e pouca e 1 hora e meia. O valor é um pouco mais caro que a viagem de trem. Vale dar uma conferida nos sites das empresas Twin City Liner ou Lod.

Também há opção de ir de ônibus.

No nosso roteiro de 1 dia em Bratislava, a volta também foi de trem, já de noite. 

POR QUE IR

Bratislava é uma cidade simpática, com um centro histórico bem compacto, mas lindo e aconchegante.

A bela Cidade Velha, que conserva um portão medieval logo na entrada, tem ares de interior e vilarejo pequeno. Mas vale destacar que sua vida noturna vem ganhando a fama de animada. 

Cortada pelo rio Danúbio e localizada próxima às fronteiras com a Áustria e Hungria, ela oferece preços bem mais em conta que as vizinhas, sobretudo se comparada a Viena.

A cidade é a capital da Eslováquia, um pequeno país que se tornou plenamente independente em 1993, após a dissolução pacífica da Checoslováquia (esta criada pós Primeira Guerra) e já foi ocupada pelos nazistas bem como posteriormente foi zona de influência soviética. Bem antes disso, no entanto, Bratislava pertencia ao império Húngaro, e posteriormente Austro-Húngaro, já tendo sido a cidade de sede da coroação dos reis e um importante centro social e cultural.

QUANTOS DIAS

Um roteiro de 1 dia em Bratislava comporta a parte turística. Foi o nosso caso, uma vez que fizemos bate e volta de Viena. Se você quiser conhecer a noite da cidade, que parece ser movimentada, e conhecer tudo com mais calma e profundidade (sobretudo se for ao Castelo de Devín), vale um pernoite.

BRATISLAVA: O QUE FAZER EM ROTEIRO DE 1 DIA

JARDIM DE GRASSALKOVICH E CASTELO DE BRATISLAVA (VISTA DA PONTE UFO E DA CATEDRAL DE SÃO MARTINHO)

O nosso primeiro destino seria o Castelo de Bratislava.  No caminho passamos em frente ao Palácio de Grassalkovich, o Palácio Presidencial, e demos uma breve passada nos seus jardins.

Jardim do Palácio de Grassalkovich, primeira parada do roteiro de 1 dia em Bratislava
Jardim do Palácio de Grassalkovich, o Palácio Presidencial, em Bratislva, na Eslováquia

Seguimos a caminhada e, voltando ao Castelo de Bratislava, ele fica no alto de uma colina. No século 19, ele sofreu um grave incêndio e anos depois foi totalmente reformado. Hoje em dia é a sede do Museu Nacional Eslovaco, que acabamos não entrando.  Mas seu principal atrativo é a vista que se tem da capital eslovaca. Vimos a cidade, o centro histórico, o rio Danúbio. Avistamos ainda um famoso ponto turístico, a ponte SNP, conhecida como Ponte UFO, devido ao seu formato, digamos que parecido com um disco voador. Construção da década de 70, ela possui uma plataforma de observação e um restaurante caro com vista privilegiada da cidade.

Castelo de Bratislava, parada imperdível em um bate e volta de Viena a capital eslovaca
Castelo de Bratislava, em Bratislava, na Eslováquia
Vista do Castelo de Bratislava, atração excelente em roteiro de 1 dia em Bratislava
Vista do Castelo de Bratislava, com a Catedral de São Martinho, ponte SNP, rio Danúbio ao fundo

Descendo o Castelo também avistamos a bela Catedral de São Martinho, onde no passado os reis eram coroados.

Nossa próxima parada seria o almoço. Seguimos pela rua Zámocká, onde vimos o bonde eslovaco passando algumas vezes, e nos dirigimos ao centro da cidade. Quem preferir ir direto para o coração do centrinho histórico, não precisa dar esta volta.

Bonde eslovaco visto durante bate e volta de Viena
Bonde eslovaco no centro de Bratislava

ALMOÇO ESLOVACO

Almoçamos no Flag Ship um prato típico. Fui de Bryndzové halušky, que consiste em um nhoque de batata coberto com um molho de queijo de ovelha chamado de Bryndza com pedaços de bacon, conforme falo mais abaixo, sobre onde comer em Bratislava. 

CORAÇÃO DO CENTRO HISTÓRICO:
PRAÇAS, PORTÕES, ESTÁTUA E RUAS CHARMOSAS

Dali, seguimos para finalmente entrar no coração do centrinho histórico. Andamos meio sem rumo pelas ruas e praças, que são uma graça. Passando pela encantadora Hlavné Namestie, que é a praça principal, na qual fica uma fonte famosa, a Fonte de Rolando, construída no século 16. Ali também fica a Old Town Hall, a antiga prefeitura, com prédios do século 14 e que abriga o Museu da Cidade de Bratislava, onde do seu topo se tem uma boa vista da cidade.

Bratislava: o que fazer no Natal
Praça Hlavné Namestie com decoração natalina

Na esquina com a rua Panska, fica o Cumil, a estátua do observador, uma das estátuas espalhadas pelo centro da cidade, com um homem saindo do bueiro olhando a rua. É uma das atrações mais fotografadas por ali.

Cumil, dica sobre o que fazer em Bratislava
Estátua do Cumil

Em seguida cruzamos a Praça Hviezdoslavovi, praça ampla, com opções de cafés e restaurantes e onde ficam prédios tradicionais. Ficamos um bom tempo ali contemplando a praça e descansando.

Praça Hviezdoslavovi, atração de roteiro de 1 dia em Bratislava
Praça Hviezdoslavovi

Depois fomos andamos pelas ruas Sedlárska, Zelená, Ventúrska e Michalská, que são cheias de lojinhas, pubs e cafés. No final da última fica o medieval Portão de São Miguel, único portão medieval que foi preservado. No passado, ele era cercado pelas muralhas e era o menor dos portões da cidade, usado principalmente por pescadores que por ali passavam com os peixes do Danúbio.

Bratislava: o que fazer no centro histórico
Rua Zelená, com iluminação natalina, no centro histórico de Bratislava, na Eslováquia
Portão de São Miguel em Bratislava: o que fazer na cidade
Rua Michalská, com o portão de São Miguel ao fundo, em Bratislava, na Eslováquia

Quem tiver interesse em entrar na Catedral de São Martinho, ela fica na entrada do centro histórico. E falando em igreja, um pouco adiante e mais longe desse burburinho, fica Igreja de Santa Isabel, a Igreja Azul.

SLAVIN

Mais distante do coração do centro histórico fica o Slavin, um memorial em homenagem aos soldados russos que libertaram Bratislava dos nazistas na segunda guerra mundial. Não fomos até lá para conhecê-lo, mas fica a dica a quem tiver tempo e interesse.  

CASTELO DE DÉVIN:
O QUE FAZER EM BRATISLAVA FORA DO CENTRO HISTÓRICO

Ainda a quem tiver mais tempo na capital eslovaca: as ruínas do Castelo de Devín ficam a 20 minutos do centro e parece ser lindíssimo! Imagino que ver o pôr do Sol dali deve ser bem bacana. É possível chegar lá usando o transporte público (ônibus).

Nós acabamos achando puxado em um roteiro de 1 dia em Bratislava, já que “viajamos devagar” pelo centro histórico. Mas, chegando cedo na cidade, pode ser possível sim incluir este passeio, mesmo em um bate e volta de Viena. A quem optar pelo pernoite, o passeio certamente ficará ainda mais confortável. 

NATAL EM BRATISLAVA: o que fazer nessa época do ano

Como estivemos na cidade logo depois do Natal, ainda vimos a decoração, árvore e o local do mercado de Natal. Tudo muito charmoso! Para quem curte Natal, Bratislava é uma boa opção de passeio nesta época!!

Se for seu caso,  para ver a nossa experiência natalina completa não deixe de ler o post completo sobre “As 10 cidades na Europa para viver o clima de Natal” que visitamos nesta viagem, na Alemanha, Áustria e Eslováquia.

ONDE COMER EM BRATISLAVA

Nas praças de que falo acima, vimos diversas opções de cafés, pubs e restaurantes bem simpáticos. Mas acabamos almoçando em um restaurante indicado antes de entrar neste centrão histórico. Mesmo assim, é turístico e estava bem movimentado. FLAG SHIP. O restaurante é enorme. Lá, provei o famoso Bryndzové halušky, nhoque de batata coberto com um molho de queijo de ovelha chamado de Bryndza com pedaços de bacon. Curti! O “Cesnaková polievka” – sopa típica de creme de alho e queijo e servida no pão – é outro prato bem conhecido no país. Não querendo inovar, tem as inúmeras opções de salsichas que já vínhamos provando nos outros países. Vale lembrar que o restaurante fica meio escondido, pois não tem placa com seu nome, e quando se entra, tem que passar por um pequeno pátio e subir uma escada para chegar. Gastamos um tempo tentando achar o local certo…

Por fim, espero que as dicas sobre o que fazer em Bratislava tenham te inspirado a conhecer a linda capital eslovaca. E aí, quem se animou?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Nanda Gaspar

Nanda Gaspar

Ama viajar, planejar e falar sobre viagens. Incansável na busca da localização perfeita e na logística dos roteiros redondos, curte história, fotografar e conhecer a cultura local. Aproveita o período sabático em Portugal para escrever no blog, entre um parquinho com o filhote e a escolha da próxima cidade medieval, praia paradisíaca ou metrópole enérgica, para te inspirar a viajar mais e melhor.

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa Newsletter